• Telefone: +55 16 3934-1055 / +55 16 3615 0055
  • E-mail: ferraz@ferrazmaquinas.com.br
16/11/2020
Imagem: BrianAJackson, de envatoelements Imagem: BrianAJackson, de envatoelements

Tendo acesso a uma alimentação de qualidade, por meio de ração balanceada, as aves rapidamente ganham peso e aumentam a produção de ovos, obtendo o máximo de aproveitamento do seu potencial de crescimento. O aspecto físico dessa ração, por sua vez, influencia diretamente no seu aproveitamento e conservação, sendo apresentado em três formatos: ração farelada, ração paletizada e ração triturada.

Segundo Dr. Luiz Fernando Teixeira Albino, professor do Curso a Distância CPT Criação de Frango e Galinha Caipira, em Livro+DVD e Curso Online, “Ao utilizar rações balanceadas, estas devem seguir determinados padrões de crescimento das aves. Assim temos que, para aves de corte, utiliza-se uma ração inicial até a 3a ou 4a semana de idade, uma ração de crescimento até cinco a sete dias antes do abate, e uma ração de acabamento nos últimos dias. No caso de aves para produção de ovos, utiliza-se uma ração inicial até a 6a semana de idade ou até as aves atingirem 500 g de peso, uma ração de recria até a postura do primeiro ovo, e uma ração de produção após o 1o ovo”.

I- Ração Farelada
A Ração farelada é a forma original do momento da elaboração da ração.

II- Ração Paletizada
As peletizadas são feitas com tratamento de vapor e compressão, produzindo pellets com os ingredientes fortemente aderidos, o que impedirá desperdícios e diminuir a ação de contaminantes. Apesar do maior custo, proporcionará melhor desempenho para as aves.

III- Ração Triturada
A ração triturada, por sua vez, nada mais é que a peletizada, triturada em fragmentos menores, ideal para a fase inicial das aves.

Independente do tipo, todas as rações devem ser complementadas com sal mineral e vitaminas e, se necessário, com DL-Metionina, para atender as exigências das diferentes categorias de aves.

fonte: CPT