• Telefone: +55 16 3934-1055 / +55 16 3615 0055
  • E-mail: ferraz@ferrazmaquinas.com.br
30/01/2019
Imagem retirada de http://www.gateiro.com.br/qual-e-o-erro-mais-cometido-na-hora-de-alimentar-o-gato/ Imagem retirada de http://www.gateiro.com.br/qual-e-o-erro-mais-cometido-na-hora-de-alimentar-o-gato/

Um dos grandes diferenciais na longevidade e na qualidade de vida do seu bichinho de estimação está diretamente ligado à alimentação que ele possui. Isso não é diferente com os filhotes de gato e gatos adultos. É preciso balancear a comida e tomar cuidados em todas as etapas de vida do felino, garantindo menos doenças e mais saúde.

Atualmente, há diversos tipos de ração, desde as mais acessíveis, denominadas rações de combate, até os tipos premium e super premium. Quanto mais detalhes nutritivos tiver, melhor o alimento que será oferecido. Há também rações medicamentosas, específicas para casos de doenças crônicas ou mesmo obesidade, e possuem características especiais.

É possível ver dietas especiais para a condição de seu gato. Diversas formas de alimentação podem favorecer o seu gato desnutrido e também para felinos que estejam acima do peso. Dê uma olhada nas nossas dicas de dietas para gatos e consulte seu veterinário.

Alimentação para gatos adultos
Após o primeiro ano de idade, o dono do animalzinho já pode pensar na compra de rações para adultos, levando em consideração a idade e o peso do pet. Caso ele tenha alguma peculiaridade, alergia ou outra condição, o correto é fazer uma avaliação com o veterinário para escolher a melhor indicação de ração.

As rações premium e super premium possuem uma qualidade maior, a também uma quantidade positiva de suplementos nutricionais. São características importantes para manter uma qualidade de vida ao gato. É indicado que a compra seja feita em locais especializados, que possuem maiores opções de marcas e tipos de rações.

Os locais especializados são os pet shops, clínicas veterinárias e casas de rações. Atualmente é possível encontrar marcas mais difíceis de achar de forma online, comprando de lojas especializadas e confiáveis na internet.

Os gatos tomam menos água que os cachorros e, por isso, é importante pensar em rações úmidas de vez em quando. É um tipo de ração que mais apetece os felinos por possuir um cheiro mais forte que agrada o animal. As informações nutritivas são as mesmas de uma ração sólida, é apenas a textura que é diferente.

É recomendado dar ao menos 2 refeições diárias ao gato, mas também é possível adotar a alimentação por livre escolha. Isso significa que você pode deixar uma quantidade maior no comedouro e deixar o alimento à vontade para que seu bichinho coma quando estiver com fome.

É contraindicado oferecer leite ao gato adulto. O leite é apenas essencial na amamentação, quando filhote. A lactose industrial do leite de vaca pode fazer mal aos gatinhos, ocasionando em fezes amolecidas ou diarreia.

Alimentação para filhotes de gatos
Alimentar bem os filhotes de gato ajudam-nos a crescer saudáveis e fortes. Leite materno é o primeiro passo da alimentação. A amamentação dura cerca de 9 semanas, mas após fechar um mês o gato já pode comer outros alimentos além do leite materno, pois seus dentes começaram a nascer.

A partir disso ele poderá comer ração, mas qual é a mais indicada? A sólida já pode ser oferecida, mas é preciso seguir o porte do filhote, nada de grãos grandes. A própria mãe gata já possui o instinto de parar de amamentar e do filhote de procurar outros alimentos. Dessa forma, não é necessário forçar o desmame e nem deixar os filhotes longe da progenitora.

A ração sólida pode trazer um pouco mais de dificuldade para os filhotes de gato, mas não é um problema. É preciso apenas estar atento na quantidade, pois uma mudança muito brusca de um dia pro outro pode trazer problemas no sistema digestivo.

Deixe um pote de comida em um fácil acesso, e se ver que os filhotes não conseguem retirar os grãos do comedouro, pode-se dar a ração direto na boca. Em casos em que a mãe não está por perto, os cuidados com a alimentação são redobrados, pois o desmame não é feito de forma natural.

O leite industrial específico para gatinhos existe, e tem de ser dado enquanto os filhotes não possuem dentes. Depois é preciso alimentar sempre com rações de qualidade para manter o valor nutritivo. Há alimentos para todas as idades de um filhote de gato, então mesmo sem a amamentação da mãe, é possível manter o gato bem alimentado.

A ração ideal para filhotes é deve conter proteínas, antioxidantes e ácidos gordos, como o ômega 3. Para facilitar a mastigação, você pode colocar os grãos em água morna, para ficarem mais molinhos.

Há também a possibilidade da compra de rações úmidas ou em patê, mas é preciso observar as especificações dos alimentos para ver se são adequados aos filhotes. Os três tipos de ração possuem preços diferenciados, por isso compre a ração que cabe no seu bolso.

Antes de ver a quantidade de ração a ser dada, lendo os detalhes na embalagem da ração, é recomendado visitar um veterinário e ver todos os cuidados necessários com filhotes de gato. Com a opinião de um especialista você terá uma ideia de quantidade mais precisa, além dos melhores horários e cuidados específicos.

fonte: PortoGente

Whatsapp