• Telefone: +55 16 3934-1055 / +55 16 3615 0055
  • E-mail: ferraz@ferrazmaquinas.com.br
09/11/2016

Retração nos embarques é resultado em alterações no ritmo de vendas para mercados da Ásia.

De janeiro a outubro as exportações de frango totalizaram 3,6 milhões de toneladas, aumento de 5% na comparação com o mesmo período de 2015. Apenas em outubro, no entanto, as vendas do produto registraram queda de 4,5% em relação ao mesmo mês de 2015, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).
Exportações de frango apresentam bom resultado no ano e retração no mês de outubro.

Em nota, Ricardo Santin, vice-presidente de mercados da ABPA, disse que retração nos embarques no mês passado é resultado de alterações no ritmo de vendas para mercados da Ásia, como o Japão.

“Em setembro, as exportações para o Japão chegaram a 47 mil toneladas, diante de uma média mensal de 32 mil toneladas registrada até então. O total de 22 mil toneladas embarcadas para o país em outubro mostram que houve um adiantamento de parte das vendas no mês anterior”, explicou Santin.

Além do Japão, o menor comércio com nações como China e Venezuela também impactou as exportações do produto.
“Houve recentemente a suspensão das exportações de produtos de cinco plantas para a China para ajustes documentais, o que impactou o saldo final do mês. Soma-se a isso a ausência de embarques para a Venezuela, que em outubro de 2015 superaram 10 mil toneladas”, analisou Francisco Turra, presidente-executivo da ABPA.

No saldo cambial, houve retração de 2,2% nos resultados de outubro em comparação com o ano anterior, totalizando US$ 509,9 milhões. No ano, a redução é de 3,57%, com US$ 5,748 bilhões.

Já em reais, o total das vendas dos 10 primeiros meses de 2016 gerou receita de R$ 20,05 bilhões, número 3,83% superior ao alcançado no mesmo período de 2015. Considerando apenas o mês de outubro, entretanto, houve retração de 20% no desempenho, com R$ 1,6 bilhão.

Fonte: Infomoney