• Telefone: +55 16 3934-1055 / +55 16 3615 0055
  • E-mail: ferraz@ferrazmaquinas.com.br
22/02/2017

A formulação pode desempenhar um papel significativo na decisão se um animal de estimação com sobrepeso se sente satisfeito depois de comer um alimento para perda de peso, disse o cientista veterinário Alex Wilson, da Universidade de Liverpool. Os fabricantes podem ajustar a formulação dos alimentos para animais com perda de peso usando os resultados da pesquisa publicada recentemente por Wilson.

"Acredito que a principal mensagem do estudo é que uma dieta baseada em fibras e proteínas parece ter o melhor efeito em limitar a ingestão voluntária de alimentos em cães e gatos", disse Wilson, coautor do estudo publicado. "É comum para cães e gatos obesos apresentarem-se famintos durante um regime da perda do peso, e isto conduz tipicamente ao reforço do comportamento de “procurar-alimento”. Isso pode ser problemático para os proprietários, porque eles acham difícil evitar dar guloseimas extras e sobras de mesa, o que pode, então, descarrilhar todo o processo.

Estudo de alimentos para perda de peso para animais de estimação

A equipe de Wilson comparou dois alimentos comerciais para cães com perda de peso e dois alimentos para gatos com controle de peso, todos variando em teor de proteína, gordura, fibra e energia. O primeiro alimento para cães, Royal Canin Satiety Weight Management Canine, apresentou maior conteúdo em proteínas e fibras do que o segundo, Hill's Prescription Diet Metabolic Canina Advanced Weight Solution. Uma parte da pesquisa examinou quanto os animais comeram do alimento, referido como ingestão voluntária de alimentos, outra parte analisou a palatabilidade daqueles alimentos para animais com controle de peso.

Os cães comeram significativamente menos da dieta da Royal Canin, pelo nível de energia, mas o peso do alimento ingerido foi similar. Não houve diferença em relação a palatabilidade entre as duas dietas.

Para gatos, a diferença na ingestão de energia entre as duas dietas foi menor, embora os gatos tenham consumido menos da primeira dieta. O peso comido também foi semelhante.

Fonte: The pet guy