• Telefone: +55 16 3934-1055 / +55 16 3615 0055
  • E-mail: ferraz@ferrazmaquinas.com.br
28/06/2016
Imagem retirada de https://www.editorastilo.com.br/pet-food/cargill-lan%C3%A7a-linha-de-alimentos-premium-para-c%C3%A3es-e-gatos Imagem retirada de https://www.editorastilo.com.br/pet-food/cargill-lan%C3%A7a-linha-de-alimentos-premium-para-c%C3%A3es-e-gatos

Os alimentos para animais de estimação tornam-se cada vez mais especializados, com os fabricantes atendendo o desejo dos consumidores por satisfazer as necessidades individuais de seus animais de estimação, dessa forma os ingredientes funcionais estão se tornando mais do que nunca uma tendência. Fórmulas Pet Food ricas em ômegas, por exemplo, são compradas por 14% dos proprietários de cães e 10% dos proprietários de gatos nos EUA, de acordo com o relatório Packaged Facts de março de 2016. Cerca de 11% dos proprietários de cães e 8% dos proprietários de gatos compram alimentos com alegações de "rico em antioxidantes", enquanto 7% dos donos de cães e 6% dos donos de gatos olham para alimentos com probióticos/prebióticos.


De acordo com outro relatório Packaged Facts segunda edição sobre produtos pet nos EUA para controle de peso e necessidades especiais, estima-se que as vendas no varejo nos EUA neste segmento se aproximaram de US$ 3,8 bilhões em 2015. Alimentos Pet especificamente direcionados, funcionais, relacionados a peso, idade, raça e condição específica, etc – “continuará crescendo acima da média no curto prazo”, de acordo com Packaged Facts. "Ecoando as tendências em alimentos humanos, alimentos especializados para animais oferecem todo alimento e / ou ingredientes nutracêuticos, tais como probióticos, ácidos graxos omegas, glucosamina, frutas e legumes."



Este movimento funcional tem sido visto até mesmo em produtos de tratamento pet: entre os compradores de tratamentos para cães, de acordo com dados do Packaged Facts, tratamentos para mobilidade articular são usados pelo maior percentual de proprietários, com 12%, seguido por saúde do coração (9%) e saúde do cérebro (8%). Já entre os compradores de tratamentos para gatos, saúde do coração e do cérebro aparecem com 11% cada, seguido por mobilidade articular com 9%.