• Telefone: +55 16 3934-1055 / +55 16 3615 0055
  • E-mail: ferraz@ferrazmaquinas.com.br
06/03/2020
Imagem: Banco de Imagens Imagem: Banco de Imagens

O cuidado com a saúde está cada dia mais em voga entre as pessoas. Muitos estão considerando com mais cautela e atenção quais alimentos devem ser ingeridos, se são orgânicos ou não, se são industrializados ou não, e se realmente fazem bem à saúde.

Essa realidade não pode ser diferente em relação aos animais de estimação. Assim como nós, os pets também merecem uma alimentação equilibrada e livre de itens que possam causar qualquer dano à sua saúde.

Diante disso, surge uma pergunta importante: será que as rações que estamos tão habituados a dar para os nossos bichinhos são realmente a melhor opção para a saúde deles?

Uma questão que vem sendo discutida fortemente é o uso de transgênicos nas rações dos animais. Para se ter uma ideia, países da Europa já aboliram o consumo de alimentos transgênicos, uma atitude um tanto relevante para o Brasil se espelhar, não é mesmo?

Contudo, é comum que muitos donos de pets ainda não saibam exatamente o que são os transgênicos e qual é o efeito de seu consumo no bem-estar dos animais. E é esse esclarecimento que traremos para você ao longo do texto. Acompanhe adiante!

O que são os alimentos transgênicos?
Os alimentos transgênicos são os geneticamente modificados. Isto é, são aqueles que, por ação do homem, têm sequências de DNA de outras espécies inseridas em seu próprio DNA. O objetivo dessa modificação genética é justamente expressar características do organismo doador no do receptor. Assim, acaba por alterar uma característica específica do alimento.

Apesar de muitos laboratórios, marcas e consumidores defenderem a prática, o tema vem sido amplamente debatido principalmente por questões científicas, éticas e políticas, tudo em prol da saúde humana e animal.

E uma indagação não pode deixar de ser feita: há riscos para os animais que consomem transgênicos?

Riscos do consumo de rações transgênicas
Assim como os alimentos transgênicos fazem mal aos humanos, o mesmo pode ser dito em relação aos pets.

Pensando nisso, listamos abaixo alguns dos riscos já observados nos organismos dos animais:

1) Alteração nas bactérias do intestino e seu comportamento no trato digestivo;
2) Comprometimento do bom funcionamento do coração, do baço, das glândulas suprarrenais e das células sanguíneas;
3) Problemas hepáticos, pancreáticos, renais e reprodutivos;
4) Mudança nos sistemas hematológicos, bioquímicos e imunológicos;
5) Maior propensão ao desenvolvimento de câncer.

Portanto, esses riscos são graves e afetam diretamente a saúde dos bichos de estimação. E, como consequência disso, acarretam as mais diversas doenças. Como veremos a seguir.

Doenças em pets causadas pelo uso de transgênicos
Além de todos os riscos citados acima, há o desenvolvimento de doenças muitas vezes graves.

Por conta do consumo de rações transgênicas ao longo de toda a vida de um animalzinho, muitos deles acabam adquirindo enfermidades como:

● Alergias cutâneas e alimentares;
● Problemas cognitivos;
● Autismo;
● Câncer;
● Má formação endócrina e outras.

Assim, diante destas informações, os donos dos pets devem reforçar a atenção quando o assunto é a comida consumida por seus animais de estimação.

Inclusive, enganam-se aqueles que pensam que os malefícios afetam apenas os pets; também agridem seriamente o meio ambiente e a biodiversidade.

Muitos desses riscos e doenças podem ser evitados, principalmente se for buscado uma alimentação equilibrada, balanceada e livre de transgênicos. Quer saber como? Veja no próximo tópico.

É possível alimentar o meu pet sem transgênicos?
A resposta é: sim! Atualmente, existem inúmeras marcas que já desenvolveram rações livres de transgênicos e outros malefícios que afetam diretamente o bem-estar animal. São alimentos criados sem substâncias artificiais.

Além disso, muitos tutores estão optando por dar aos pets refeições naturais. Há, inclusive, empresas especializadas nisso. Elas anotam dados como: raça, peso, histórico de doenças, e desenvolvem um cardápio especial para cada pet.

Viu como existem opções para você cuidar do seu melhor amigo de forma mais segura e saudável? Basta apenas cercar-se de informações corretas e levar a melhor refeição para o seu cãozinho comer em casa.

Benefícios de uma alimentação saudável para os pets
Como dissemos acima, uma das primeiras medidas a serem adotadas pelos tutores é a alimentação orgânica ou o uso de rações certificadas, isto é, livres de transgênicos.
Os benefícios dessa decisão são inúmeros, como veremos abaixo:

1) Peso adequado do seu bichinho
É muito comum animais terem sobrepeso, principalmente após a castração ou se já são idosos, por exemplo. Por isso, uma alimentação equilibrada e saudável faz toda a diferença.

Com um peso adequado, seu bichinho tem mais chances de ter uma vida mais ativa e benéfica para sua saúde, melhorando o funcionamento das articulações, sistema digestivo e outros.

2) Adeus às alergias e doenças de pele
Um dos malefícios das rações que possuem transgênicos são exatamente os processos alérgicos e doenças de pele.

Se você alimenta o seu pet com rações de baixa qualidade (geralmente, estão em uma faixa de preço mais inferior), observe se ele não possui alergias, feridas nas patas ou outros tipos de problemas na pele e nos pelos.

Assim, tenha em mente a importância de uma alimentação livre de transgênicos. Faça o melhor para o seu cãozinho!

3) Imunidade alta e livre de doenças
Com uma imunidade forte, fica muito mais difícil do seu bichinho ser acometido por doenças. E como conseguir fortalecer a imunidade dele? Com uma boa alimentação, claro!

Fique atento à qualidade das rações e, caso você o alimente de forma natural, com carnes, legumes e verduras, também fique atento para o estado desses alimentos. Quanto mais fresquinhos, melhor para o seu pet.

Desta forma, aprendemos como é importante que tenhamos cuidado não apenas com a nossa própria alimentação, mas com a dos animais também.

Caso você ainda tenha dúvida sobre como proceder, como, por exemplo, qual ração comprar ou como introduzir uma alimentação natural no dia a dia do seu pet, não tem problema.

Basta entrar em contato com uma clínica veterinária de sua confiança, marcar uma consulta e assim tirar todas as suas dúvidas. Aproveite e faça um check-up no seu bichinho. O seu melhor amigo merece esse cuidado, certo? Então invista nesta ideia!

Carinho e proteção são imprescindíveis para os pets. Mas a atenção do dono com a saúde do animalzinho também é essencial. Depois disso, aproveite as melhores experiências ao lado do seu melhor amigo, forte e saudável!

fonte: Jornal O Semanário



Whatsapp