• Telefone: +55 16 3934-1055 / +55 16 3615 0055
  • E-mail: ferraz@ferrazmaquinas.com.br
16/03/2020
Imagem: Depositphotos Imagem: Depositphotos

Os app chegaram para ficar e tornar a vida das pessoas mais prática. O leque de opções de serviços é vasto, de entrega de alimentos a domicílio a aluguel de lugares para estadia. É facilidade para toda a família. Mas quem estava de fora da onda dos app acabou de ser incluído na lista de serviços oferecidos com um clique: os pets.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem mais de 132 milhões de animais de estimação no país. Ainda segundo o levantamento, 62% das casas brasileiras têm pelo menos um cachorro ou gato entre seus moradores. Essa porcentagem equivale a 40,4 milhões de residências espalhadas pelo Brasil.

A pesquisa do IBGE mostrou que nos lares brasileiros há mais animais de estimação do que crianças. Muitos são os fatores que provocam esse fenômeno. Entre eles, o aumento do número de lares com uma só pessoa e as taxas de natalidade em queda. Entretanto, mesmo que uma pessoa opte por morar sozinha ou por não ter filhos, uma companhia sempre será bem-vinda. Assim, muitos optam pela adoção de um bichinho para tê-lo como companheiro e então o elevam à posição de membro da família.

Mas tê-los em casa implica em muita responsabilidade com os cuidados que cada pet requer, como consultas veterinárias, alimentação de qualidade, momentos de lazer, cuidados com a higiene, atenção à estética, etc. Como a vida do brasileiro está cada dia mais corrida, acaba faltando tempo para encaixar esses compromissos na rotina. Por isso, os bichinhos acabaram entrando para a lista de serviços oferecidos pelos aplicativos, que facilitam a vida dos tutores e beneficiam os mascotes.

Exatamente por conta da dedicação e exigência crescentes dos tutores, estima-se que o mercado pet arrecade R$ 20 bilhões no próximo ano. A papopet.com, plataforma criada pelos sócios João Sales, Renato Wada, Marcelo Pieri e Sérgio Souza, trouxe a proposta inovador a esse mercado com o intuito de intermediar o contato de clientes com prestadores de serviço para animais que trabalham com qualidade e paixão. "Listamos uma variedade de diferenciais que teremos em nossos serviços para os usuários, fornecedores e para a sociedade. Praticamos taxas competitivas e atraentes, temos um serviço de curadoria para resolução de problemas, um motor inteligente de busca, seguro para todas as transações e espaço para ONGs publicarem seus programas e iniciativas", revela João Sales, um dos quatro sócios da papopet.com.

A papopet.com preconiza a praticidade. O tutor encontra os profissionais que deseja em sua região com facilidade e rapidez, agenda o atendimento e por fim o prestador de serviço vai até o endereço - seja para atender lá ou para fazer o transporte do bichinho no esquema de 'leva e traz' em segurança. "Acho muito bom quando atendem aqui em casa mesmo, porque podemos ficar perto dos cachorros no momento exato e assim acompanhamos a maneira como eles são tratados", conta Gabriela Carvalho, tutora de cinco cães.

Segurança é outra palavra valorizada pela papopet.com! Além de zelar pelo bem-estar e integridade dos bichinhos, o pagamento dos serviços é completamente seguro, feito na própria plataforma. E assim a papopet.com alia tecnologia e cuidado a fim de atender os tutores e seus melhores amigos: os bichinhos de estimação. "O mercado pet como um todo tem crescimento constante nos últimos anos. Vemos com bons olhos o crescimento do segmento de cuidados com os bichinhos devido à evolução do relacionamento com seus donos e os desafios do dia a dia corrido das pessoas. Cada vez mais será necessário contar com profissionais gabaritados. É aí que a papopet.com entra para ser a referência em delivery de serviços.", conclui João Sales.

fonte: Terra, com informações da Papopet



Whatsapp